O FUTURO DO ATLÉTICO EM CAMPO (PARTE 2)

Por:
15/09/2014 - 05:01

10700649_10152739985636565_2879372043884647680_o

Foto: Centim Vicentim

Entrei cedo para o estádio. Por ser o primeiro dia de uso do cartão Galo Na Veia como ingresso, não sabia se tudo funcionaria corretamente. Não podia me atrasar, pois queria registrar a entrada dos mascotinhos em campo. Tirei o GNV do bolso com comprovante de pagamento, documento com foto, cartão de vacina, carta da minha mãe e... APROVADO! Catraca sem fila, cartão no leitor e 2 segundos depois eu já descia as escadas do Independência.

Tão organizada quanto a entrada da torcida foi a entrada das crianças no gramado. Todas em fila, caminhando até o meio-campo ao lado dos funcionários que sempre têm muita paciência com a meninada. Utilizei o zoom da filmadora para conferir como seria a cena após a nova regra da CBF, que limita o número de vinte e duas crianças em campo. Quando o vigésimo segundo mascote passou pelo portão que dá acesso ao gramado, calculei que ainda havia aproximadamente outros trinta na fila.

Creio que o árbitro irá relatar na súmula que o clube dificultou o trabalho dos organizadores ao permitir a entrada de diversos indivíduos com excesso de paixão, apesar da pouca idade, e que os atletas correram risco de vida, inclusive quando uma garotinha foi retirada do pescoço do goleiro Victor. Como não existe nada no regulamento que proíba a entrada das crianças, o Galo mantém a tradição que alegra um pouco mais a ida aos estádios.

Aliás, após sermos prejudicados mais uma vez no campeonato, recomendo ao Presidente que passe na Praça Sete antes do próximo jogo e recolha toda criança que queira entrar em campo com o time do Atlético. Teremos vinte e dois mascotinhos para cada árbitro ruim, para cada decisão da CBF que não acrescente nada ao nosso futebol. Haja estádio!

Parabéns a todos os funcionários do Clube Atlético Mineiro que compraram essa briga e alegraram o domingo de dezenas de famílias no Independência.

Fael Lima

ABRAÇO, MASSA!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Google +