NÃO POSSO. TEM JOGO DO GALO! – EPISÓDIO 7

Por:
18/10/2013 - 03:09

Eu não tive a chance de agradecer aos garotos que fundaram o Clube Atlético Mineiro no Parque Municipal. Pra falar a verdade, mesmo sendo grato, sequer sei o nome de todos. Além dos meninos de 1908, muitos outros personagens da nossa história mereciam homenagens, além de ter o nome completo na memória de cada Atleticano. Com um desses personagens, não pretendo cometer o erro de não homenagear e não memorizar o nome. Victor Leandro Bagy, nascido em 1983, em Santo Anastácio. Que ironia! O santo nasceu em uma cidade com nome de santo. Feliz foi o cidadão que decidiu o nome da cidade paulista. Como diria Renato Russo, meu filho também terá nome de santo. São Victor.

Victor também é pai, fabricou uma maternidade inteira dos gritos “Eu acredito”. Morreu o silêncio, que a torcida disse jamais ter visto igual, e nasceu a esperança de assistir a um final feliz. Houve quem preferiu não assistir, assim como eu, e não é pecado, pelo contrário, afinal de contas, acreditar naquilo que os olhos não viram é ter uma fé verdadeira. Eu não vi, mas acredito no milagre de São Victor.

Quando a próxima geração começar a ouvir sobre um título conquistado na ponta do pé de uma perna esquerda, dificilmente acreditarão que não é um golaço do camisa dez. Para a sorte dos incrédulos, o milagre de São Victor está em forma de taça na Sede de Lourdes. Um milagre que justificou os versos do hino – Lutar, lutar, lutar, mesmo que Riascos parta pra bola aos 48 do segundo tempo.

CLIQUE AQUI E ASSISTA AOS OUTROS EPISÓDIOS

CLIQUE AQUI PARA CURTIR A PÁGINA NO FACEBOOK

Fael Lima

ABRAÇO NAÇÃO!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Google +

1381686_548605561861810_1248254034_n

733877_548605565195143_1937404370_n

1376995_548631955192504_1382456513_n