Coração, gol, taça e festa

Colunistas Fael Lima2 Coração, gol, taça e festa

Eu faço parte da torcida mais fantástica do planeta. Também faço parte da torcida que mais passa por testes cardíacos. Não sei o motivo, talvez seja um pacto entre todos os jogadores que vestem a camisa Alvinegra – “Se não sofrer, que graça tem?” – E o ritual se repete sempre.

IMG 3017 300x224 Coração, gol, taça e festa

Foto: Fael Lima

Sabe de uma coisa? Se fosse fácil, o Atleticano que ficou de joelhos para esperar o time na Praça Sete não cantaria o hino tão alto. Um gol no começo do jogo seria comemorado como tantos outros, mas um gol que a torcida sequer arrisca olhar para a cobrança de pênalti traz mais explosão. Quantas promessas surgiram até que a rede balançasse, até que a taça fosse erguida. Prometem tatuagens, abandonar o cabelo, deixar de beber (no dia seguinte, pois na comemoração é obrigatório), prometem tudo, exceto deixar de acelerar o coração e subir a pressão arterial.

Creio até que faça parte dos símbolos do clube. O Galo Doido, o escudo, o preto e branco e o gol no fim do jogo para umidificar os olhos. Na arquibancada, outros símbolos do clube, que atendem por Atleticanos, se abraçam e mostram como até mesmo os personagens neutros estavam camuflados. O responsável pelos bares ignorou a clientela para festejar; o policial sorriu e a partir dali, nada era proibido; o repórter informou e ergueu o microfone para um só verso ecoar no Mineirão – “Lutar, lutar, lutar…”!

O sofrimento, a tensão, os nervos à flor da pele não são citados no hino. Lutar, vencer, raça, amor, vingador, campeões, entre tantas outras palavras, estão por lá. Por isso a rede balançou, por isso o sofrimento se rendeu, afinal de contas, nada nesse mundo ousaria acabar com a festa que parou o centro de Belo Horizonte e se espalhou pelo mundo.

Chegou a hora de alcançarmos voos maiores, chegou a hora de levarmos outras taças para a Sede de Lourdes. Eu faço parte da torcida mais fantástica do planeta, e enquanto celebrarmos nossa imortalidade, nada nesse mundo ousaria nos parar. Parabéns, Massa! Somos os campeões.

Fael Lima

ABRAÇO NAÇÃO!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Youtube 2

corrida pra taça gabriel castro Coração, gol, taça e festa

Foto: Gabriel Castro