DESDE 1908, O TIME DO POVO

13 DESDE 1908, O TIME DO POVO

Foto: Centim Vicentim

Quando o Galo passou por um período sem títulos, os rivais diziam que o hábito de lotar estádio em jogos da base, comemorar aniversário do clube, entre outras atitudes da Massa, era simplesmente o reflexo da ausência de taças.

Vieram os títulos e nada mudou. BH parou no dia 25 de março com carreata e trio elétrico e o povo Alvinegro cantou na mesma intensidade com Ronaldinho em campo ou na final da Copa do Brasil Sub-17. Essa torcida ainda guarda uma essência diferente de tudo no futebol.

A velha cena se repetiu na final da Taça BH. Fila, cambistas, famílias inteiras subindo as ruas do Horto com bandeiras e o hino na ponta da língua. Se a camisa é listrada com preto e branco, então é Atlético, não a importa a idade de quem está com a chuteira no pé. Segunda, na escola, a criançada contará aos amigos que esteve no Independência e que um Galo Doido, muito doido, entrou em campo debaixo de muito barulho da arquibancada. Quem nunca repetiu na sala de aula a música que ouviu no jogo só para mostrar que é um “frequentador assíduo” de estádio?

Até a espera no ponto de ônibus durante a madrugada foi prazerosa para a nova geração de Atleticanos. Os mais velhos lamentando a derrota na final e as crianças perguntando quando eles voltarão ao Independência.

Que o Atlético não espere a próxima final das categorias de base para proporcionar momentos assim à torcida que esteve na arquibancada neste sábado. Precisamos de um estádio maior, do tamanho da nossa paixão, precisamos pensar no torcedor que gasta milhares de reais na empresa e naquele que apertou o orçamento da casa para comprar um pacote de alimento e garantiu o sorriso da família no sábado.

Pedimos aos dirigentes que pensem em parcerias entre o clube e escolas nos setores com baixa procura de ingressos durante a semana, preços acessíveis e ações que aproximem o Atlético e a Massa que vive por ele. Desde 1908, esse é o time do povo!

Fael Lima

ABRAÇO, MASSA!

Twitter | Facebook

Youtube | Google +

VÍDEOS DA MASSA – ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

FESTA NA ENTRADA DO ATLÉTICO EM CAMPO

GOLAÇO DE CARLOS

GALOUCURA


GALO 100% DOIDO

FÚRIA ALVINEGRA

EU NA ARQUIBANCADA – ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

FOTOS: CENTIM VICENTIM

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS FOTOS

EQUIPE VICE-CAMPEÃ

10644269 10152706489811565 6824310505251091980 o EU NA ARQUIBANCADA   ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

RESPEITO AO ADVERSÁRIO

10659035 10152706465361565 7158909044751411675 o EU NA ARQUIBANCADA   ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

PARA O ATLETICANO NÃO HÁ DIFERENÇA ENTRE A BASE E PROFISSIONAL

10536722 10152706482306565 5312522654538356395 o EU NA ARQUIBANCADA   ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

DE GERAÇÕES A GERAÇÕES

10544254 10152706467851565 3441596838833088026 o EU NA ARQUIBANCADA   ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

A ARQUIBANCADA DEU SHOW

10495349 10152706519851565 6614368818766320011 o EU NA ARQUIBANCADA   ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

1529849 10152706426821565 6812177701240597535 o EU NA ARQUIBANCADA   ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

10547079 10152706416176565 8096634004393012488 o EU NA ARQUIBANCADA   ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

CORRE, BINO

10562605 10152706487261565 4100790332018666767 o EU NA ARQUIBANCADA   ATLÉTICO X AMÉRICA (TAÇA BH)

CLUBE ATLÉTICO MINEIRO DE TETE – O GALO DE MOÇAMBIQUE

10637786 750797314978865 1560595532 n CLUBE ATLÉTICO MINEIRO DE TETE   O GALO DE MOÇAMBIQUE

Imagem: Reprodução

Um grupo de apaixonados por futebol da cidade de Tete, em Moçambique, na África, se uniu para formar um time com os jovens da região. Ao decidir o nome da equipe, os garotos resolveram homenagear o time que passaram a acompanhar nos últimos anos. Com escudo Alvinegro e as iniciais CAMT, Moçambique passou a contar com o Clube Atlético Mineiro de Tete.

Mineiros que trabalharam no país e continuavam respirando o Galo 25 horas por dia converteram os novos Atleticanos, que passaram a se reunir para assistir aos jogos do time brasileiro. Além das bandeiras nas janelas das casas, sempre que vinham ao Brasil, os Atleticanos voltavam com camisas, chaveiros, entre outros presentes para os amigos de Tete.

A Atleticana Geruza Heringer, que morou em Moçambique, lembra que os mineiros só tiveram conhecimento da homenagem quando a equipe estava formada. Geruza conta ainda que o grupo acompanha todos os jogos do Galo e que sempre convocam amigos a visitarem endereços relacionados ao clube.

Na página do Clube Atlético Mineiro de Tete, no Facebook, é possível encontrar expressões conhecidas pela Massa, como “Vai pra cima deles, Galo”. No último sábado (23), a página comemorou a vitória sobre o Inter, no Independência, e também a vitória sobre os Catalãs de Matundo. Foi sofrido até do outro lado do mundo!

Clique aqui e curta a página do Clube Atlético Mineiro de Tete

Fael Lima

ABRAÇO, NAÇÃO!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Google +

VÍDEOS DA MASSA – ATLÉTICO X CRICIÚMA

Ônibus chega ao Ipatingão

Apoiando o time durante o jogo

Vai pra cima deles, Galo

Bota a cara

Galoucura

VÍDEOS DA MASSA – ATLÉTICO 2X1 CRUZEIRO (PARTE 2)

Esse jogo temos que vencer

Fim de jogo e a Massa pede “Fica Otamendi”


Caldeirão