A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE – 1960/1969)

Clique aqui e saiba como começou a votação

Foi na década de 60 que o Atlético passou a usar definitivamente o escudo atual, com fundo preto e listras brancas. O livro “A história das camisas  dos 12 maiores times do Brasil” lembra que antes o escudo era bordado na camisa e variava de tamanho. É possível encontrar escudos de diferentes tamanhos na mesma foto.

Ao contrários dos grandes lançamentos a cada temporada como acontece atualmente, as camisas raramente sofriam alguma modificação nas golas, mangas ou listras.

Chegou a hora de escolher a sexta finalista. Vote!

1960/1962

1960 1962 300x258 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE   1960/1969)imagem5 176x300 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE   1960/1969)

1963

1963 1 300x276 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE   1960/1969)1963 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE   1960/1969)

1964/1967

1964 1967 300x198 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE   1960/1969)Foto89 215x300 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE   1960/1969)

1968

1968 1 300x273 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE   1960/1969)

1969

1969 1 9 Dario 7007 300x200 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE   1960/1969)1969 149x300 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE   1960/1969)

*Clique nas imagens para ampliar.

**Fotos retiradas das coleções de Rafael Perez, do livro “A história das camisas  dos 12 maiores times do Brasil” e da internet.

 

Veja quem já está classificado:

De 2010 a 2014 (clique aqui para ver)

De 2000 a 2009 (clique aqui para ver)

De 1990 a 1999 (clique aqui para ver)

De 1980 a 1989 (clique aqui para ver)

DE MÃOS DADAS COM OS ÍDOLOS

1965541 10152725043196565 7996025191018410788 o DE MÃOS DADAS COM OS ÍDOLOS

Foto: Centim Vicentim

Antes da partida contra o Botafogo, no domingo, dezenas de crianças repetiram a cena tradicional de invadir o gramado do Independência. Antes de realizarem o sonho de entrar em campo de mãos dadas com os jogadores, os “mascotinhos” chamaram a atenção da arquibancada após uma perseguição ao Galo Doido, algo que não estava nos planos.

A correria só parou quando a turma passou em frente à Galoucura e o Galo Doido improvisou uma coreografia com os baixinhos. Terezinha, ou Tia Terezinha, como é conhecida nos estádios, organiza a entrada das crianças há décadas e conta que foi emocionante ver a alegria dos Atleticanos.

Quando os jogadores entraram no gramado, Victor era o mais disputado pelos torcedores mirins. Com a filha Lara no colo, Luan também teve dificuldade para caminhar e precisou da ajuda de funcionários do Atlético para chegar no círculo central.

Para entrar em campo, as crianças de quatro a onze anos devem procurar os funcionários do Atlético nos portões 2 (Andreia) ou 3 (Terezinha) com uma hora e meia de antecedência. Em algumas partidas o número de mascotes é limitado.

Clique aqui para assistir o vídeo

Fael Lima

ABRAÇO, MASSA!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Google +

VÍDEOS DA MASSA – ATLÉTICO 1X0 BOTAFOGO (PARTE 2)

Clique aqui para ver a primeira parte

REAÇÃO DA TORCIDA NO GOL DE LEO SILVA

ATLÉTICO, GOSTAMOS MUITO DE VOCÊ

VAI PRA CIMA DELES, GALO

O HORTO

VÍDEOS DA MASSA – ATLÉTICO 1X0 BOTAFOGO (PARTE 1)

Clique aqui para ver a primeira parte

O FUTURO DO ATLÉTICO EM CAMPO

OS ÍDOLOS DA CRIANÇADA

ESCALAMOS O HORTO

1 ESCALAMOS O HORTO

Foto: Centim Vicentim

O primeiro gol do Atlético veio antes da bola rolar. Após a tradicional entrada do Galo Doido em campo, todos os “mascotinhos” se reuniram em frente à Galoucura e proporcionaram uma cena de arrepiar. Assim como a paixão, essa loucura vem de berço e não há gol que pague a imagem das dezenas de crianças confirmando mais uma vez que esse escudo é imortal.

Parabéns aos responsáveis que autorizaram a quebra do protocolo, parabéns aos funcionários do Atlético por abrir a porta para os pais e as crianças, a Tia Terezinha por organizar os mascotes há tantos anos e o Galo Doido, mais uma criança e Atleticano apaixonado. Uma figuraça!

Em campo, foi difícil para o treinador driblar todos os quinze desfalques da equipe. Sem saber se poderia contar com Guilherme os noventa minutos, Levir optou por começar a partida com três volantes e o time teve dificuldade para ligar a bola da defesa ao ataque.

A defesa esteve segura mais uma vez e Victor chega a cinco partidas consecutivas sem sofrer gols. Leo Silva mostra porque deve ficar para 2015, é um paredão e, apesar dos 35 anos, parecia um menino correndo no fim do jogo. A volta de Marcos Rocha também passa segurança e dá mais qualidade na saída de bola. É questão de tempo o dono da camisa 2 estar vestindo a amarelinha no time de Dunga.

O confronto contra o Corinthians vale G4 e fica a certeza de que teremos que enfrentar casa cheia, desfalques e a arbitragem, que fez de tudo para estragar a festa contra o Palmeiras e o Botafogo.

Continuaremos como mineirinhos, comendo pelas beiradas, chegando devagar até garantir nossa vaga na Libertadores de 2015. Além da sequência de bons resultados no Brasileiro e Copa do Brasil, é fundamental que o Atlético não fique de fora da competição continental no próximo ano.

Pra cima deles!

Fael Lima

ABRAÇO, MASSA!

Twitter | Facebook

Youtube | Google +

A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE – 1970/1979)

Clique aqui e saiba como começou a votação

Lembro-me que o Cam1sa Do2e recebeu várias mensagens com reclamações sobre a cor do número (vermelho) no lançamento da camisa de 2011. Vermelho na camisa do Galo? Cadê a tradição? Certamente esse Atleticano nasceu após a década de 70, onde o Manto Alvinegro contou com a cor vermelha na parte de trás em todos os modelos.

Em 1972, após o título de 71, surge a estrela amarela acima do escudo. Como não era permitido patrocínio, as maiores mudanças nos modelos de cada ano aconteceram principalmente nas golas. Apesar de não estampar o nome na camisa, os principais fornecedores de material esportivo foram a Athleta, a Malharia Petrópolis e a Rainha.

Chegou a hora de escolher a quinta finalista. Vote!

VOTAÇÃO ENCERRADA. VEJA O RESULTADO!

13 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1970

387124 473077039383739 1960696192 n 300x197 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1971

1971 1 15 300x200 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1972

1972 300x180 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1973

1973 1 11 f Romeu 300x210 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1974

1974 1 9 300x198 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1975

1975 1 9 Reinaldo 300x200 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1976

1976 1 9 Reinaldo 300x200 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1977

1977 1 7 Marinho 300x200 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1978

1978 1 19 f 300x210 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

1979

1979 1 20 300x200 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (5ª FASE   1970/1979)

*Clique nas imagens para ampliar.

**Fotos retiradas das coleções de Rafael Perez e André de Paula.

 

Veja quem já está classificado:

De 2010 a 2014 (clique aqui para ver)

De 2000 a 2009 (clique aqui para ver)

De 1990 a 1999 (clique aqui para ver)

De 1980 a 1989 (clique aqui para ver)

GATO AJUDA DEFESA ATLETICANA

Com desfalques em todos os setores do time, Levir Culpi ganhou um reforço de extrema agilidade na marcação. João Pedro Mesquita tentava assistir ao duelo pela Copa do Brasil quando Zeus pulou em frente à TV e passou a atrapalhar o ataque palmeirense. O gato preto trouxe sorte ao Galo.