Liga Cam1sa Do2e

 

O rendimento do Cam1sa Do2e no Cartola FC tem sido prejudicado pelo Galo. As noites mal dormidas com os resultados do time na vida real, prejudicam o rendimento na disputa virtual.

Quem permaneceu de cabeça fria foi o Fanfarrão E.C. que liderou a rodada. O C. Atlético Milanez ainda é líder, mas pode perder a ponta nessa rodada.

Eu continuo abraçado com o Galo na disputa. Vamos ver até onde iremos.

Nos vemos nos próximos jogos. CLIQUE AQUI E PARTICIPE DA LIGA CAM1SA DO2E

ABRAÇO NAÇÃO!

Fael Lima

www.twitter.com/cam1sado2e

Vote no Cam1sa Do2e http://www.topblog.com.br/2011/index.php?pg=Busca&c_b=13134056

Classificação da rodada

rodadadadaadada Liga Cam1sa Do2e

Classificação do campeonato

rodada Liga Cam1sa Do2e

 

 

Atlético x Vasco – Vídeos (Parte 1)

ABRAÇO NAÇÃO!
Fael Lima

www.twitter.com/cam1sado2e

Vote no Cam1sa Do2e e peça aos amigos para votarem www.topblog.com.br/2011/index.php?pg=Busca&c_b=13134056

 

 

 

 

 

A pergunta de Isabela

DSC057781 300x168 A pergunta de Isabela

Porta do Hotel onde o time do Atlético chegaria para hospedar-se em Ipatinga. Encontro de atleticanos, faixas de protesto, gritos de revolta, idosos, adultos, homens, mulheres e algumas crianças. Entre os pequeninos, encontro Isabella, uma garotinha de, no máximo, 10 anos. Não lembrei de perguntar a idade, pois a sequência de cenas e falas com a pequena atleticana foi quase que uma hipnose.

Ela não entendia o motivo dos seus heróis da TV serem recebidos com vaias e palavras que ela mal entendia o significado. Veio com a família de Dom Cavati, pequena cidade do interior de Minas, para ver uma guerra de insultos entre atleticanos e profissionais do Atlético.

Talvez seu instinto de permanecer atleticana apague da sua memória aquelas palavras e fique somente o momento de ver de perto os jogadores que ela sabe nome por nome. Sim… Ela sabe escalações, nomes de ex-jogadores, sabe quem foi para o banco e em determinado momento deu seu pitaco. “O Renan é que deveria ser o goleiro titular”. Uma garotinha nos primeiros anos de vida dando um show de conhecimento em qualquer marmanjo rival que pouco sabe sobre o clube.

Ela ainda não estava com o ingresso garantido, então desafiou os que vendiam com um preço salgado. As frases de efeito, a vontade e a paixão pelo Galo me conquistaram. Propus a ela – “Isa, quer que eu te coloque para entrar com os jogadores?” – A resposta veio seca. “Não! Quero é o Galo. Não quero jogador.”

A frase da Isa, de face tão Bela, cortou minha garganta como a boa cachaça de Dom Cavati. Seu pai ria, mas não se espantava, pois se dizia acostumado com esses momentos em casa. Ainda narrou sobre a final do Mineiro, onde uma reza acontecia na casa, enquanto Isa assistia ao jogo na Tv. Quando Magno Alves perdeu o gol, as senhoras intensificaram as orações ao ouvir as palavras ditas pela atleticana. Hahahaha!!!!

A Isa valeu o dia! Fui para o estádio sem precisar ver mais nada em Ipatinga. Bom…. Na verdade, quase nada. Faltava a vitória do Galo.

Encontrei com a família novamente dentro do estádio. Isabela de cara fechada, pois ouvia provocações de alguém, sabendo de sua paixão incondicional. Registrei o momento com uma foto, mas a atleticana ainda me traria pensamentos durante o jogo.

Pensava eu – “Será que estamos fazendo uma festa bonita para justificar aquela paixão?… Quantas Isabelas se perdem pelo caminho, ao verem que esse túnel talvez não tenha luz em seu fim? Na escola, não há como ela explicar que ela é “dona” do melhor CT do país, afinal os amiguinhos não sabem o que é, e ela seria barrada na porta, caso quisesse aproximar-se do seu time.”

A partida ia chegando ao fim, pensei em ir até a turma para despedir-me, mas fiquei envergonhado, pois prometi uma vitória para a Isa-Bela. Voltei no tempo e lembrei-me dos momentos trancado no quarto após as derrotas, longe da família, segurando a camisa como um objeto de fé, fazendo uma prece imaginária. O mundo das crianças é mais puro. Os pequeninos têm licença até para recorrerem aos céus com a mais simples das perguntas. ‘Por que?’ – Por que a gente? Por que nunca dá certo? Por que ainda confiamos?

Talvez não tenha mais essa licença, talvez tenha deixado essa pureza e confiança nos homens pelo caminho, mas, representando a Isabela e outros milhões de atleticanos, pergunto aos céus, aos homens, aos profissionais e a todos que lerem essas linhas. Por quê?

ABRAÇO NAÇÃO!
Fael Lima

www.twitter.com/cam1sado2e

Vote no Cam1sa Do2e e peça aos amigos para votarem  http://www.topblog.com.br/2011/index.php?pg=Busca&c_b=13134056

Atlético é recebido com protesto em Ipatinga

Alguns torcedores protestaram na chegada do time ao aeroporto de Ipatinga. Com faixas e cartazes, os atleticanos pediam raça, uma nova postura e, principalmente, títulos.

Com carros e motos, formando um buzinaço, a maioria dirigiu-se até o hotel onde os jogadores ficariam hospedados. Com um novo protesto, alguns não concordaram com a manifestação e um pequeno desentendimento começou a formar-se. Um torcedor mais exaltado precisou ser afastado por militares que escoltavam o time atleticano.

Os jogadores desceram rápido e foram direto para o saguão do hotel. Então, os atleticanos estenderam as faixas nos vidros, o que causou grande revolta, principalmente no técnico Dorival Junior.

Confira a cobertura exclusiva do Cam1sa Do2e em mais um protesto.


ABRAÇO NAÇÃO!
Fael Lima

www.twitter.com/cam1sado2e

Vote no Cam1sa Do2e e peça aos amigos para votarem  http://www.topblog.com.br/2011/index.php?pg=Busca&c_b=13134056

 

Eu na Arquibancada – Atlético x Vasco

Clique na primeira foto e, após abrir a imagem, basta clicar em cima da foto para ir passando para a imagem seguinte.


ABRAÇO NAÇÃO!
Fael Lima

www.twitter.com/cam1sado2e

Vote no Cam1sa Do2e e peça aos amigos para votarem http://www.topblog.com.br/2011/index.php?pg=Busca&c_b=13134056

Paz Made in Ipatinga

toca a bola bruno cantini 300x250 Paz Made in Ipatinga

Ir para o interior foi, sem dúvida, um oxigênio a mais para esse time que estava em estado terminal. No interior não há torcedor cobrando próximo à grade, logo, a chance de uma reação agressiva de algum jogador é quase nula. A turma da grade na Arena do Jacaré talvez estivesse passando dos limites, realmente. Durante o jogo, os palavrões iam direcionados quase sempre aos jogadores do Atlético, sendo um alívio para os adversários.

Assim como no estádio, fora dele a cobrança do atleticano que reside no interior também é menor. Quem consegue aproximar-se de um jogador, sabe que a chance pode não acontecer novamente e dificilmente irá citar os últimos resultados ruins. Quase sempre o momento termina com uma foto ou autógrafo. Palavras de quem já acordou de madrugada para pegar carona e ver o time alvinegro chegar em Ipatinga.

Em 2010, o Ipatingão recebeu sete partidas do Atlético, e em seis jogos eu pude estar presente. Assisti a um empate, três vitórias e duas derrotas. Não há como comparar a final do Mineiro com as outras partidas, por ser uma ocasião especial. Como não havia uma crise nas partidas contra América, Democrata e Grêmio Prudente (Copa do Brasil), serve como parâmetro, para compararmos com o jogo de amanhã, somente os confrontos contra Palmeiras e São Paulo. Apesar de ser um povo de muita paciência, como dissemos acima, os atleticanos não pensarão duas vezes antes de pedir a saída do técnico, caso o placar esteja adverso no segundo tempo. Foi assim com Luxemburgo nas duas derrotas do Brasileiro.

Que os jogadores saibam que os milhares de ingressos vendidos em poucas horas não foram em vão. Quando começar o jogo, todos estarão dispostos a apoiarem para voltarem para suas casas com mais uma vitória, mas saibam também que estádio e torcedor não garantem esses três pontos. É preciso correr, colocar em campo o futebol que os trouxeram ao Galo e suar a camisa.

O atleticano do interior não cobra muito, mas é sempre bom lembrar que vocês voltarão para Belo Horizonte. Por favor, tragam os três pontos para a felicidade geral da Nação!

ABRAÇO NAÇÃO!

Fael Lima

www.twitter.com/cam1sado2e

fila treino bruno cantini1 199x300 Paz Made in Ipatingaberola e dorival bruno cantini 199x300 Paz Made in Ipatinga

dorival isolado bruno cantini 300x199 Paz Made in Ipatinga

*Fotos: Bruno Cantini

Números na Mira – Entrando em campo

brincadeira bruno cantini 300x199 Números na Mira   Entrando em campo

Confira os 10 jogadores que mais participaram de jogos em 2011 e os que mais tiveram chances como titulares.

Logo abaixo, os de 2010.

Temporada 2011

Jogos na temporada

1)      Magno Alves 28 jogos

2)      Réver 28 jogos

3)      Renan Ribeiro 27 jogos

4)      Serginho 27 jogos

5)      Neto Berola 23 jogos

6)      Renan Oliveira 21 jogos

7)      Leonardo Silva 21 jogos

8)      Mancini 19 jogos

9)      Richarlyson 17 jogos

10)   Patric 16 jogos

magno perfil bruno cantini 199x300 Números na Mira   Entrando em campodaniel close bruno cantini 199x300 Números na Mira   Entrando em campo

Quem mais atuou como titular

1)      Réver 28 jogos

2)      Renan Ribeiro 27 jogos

3)      Serginho 26 jogos

4)      Magno Alves 22 jogos

5)      Leonardo Silva 21 jogos

6)      Renan Oliveira 19 jogos

7)      Leandro 15 jogos

8)      Richarlyson 15 jogos

9)      Patric 13 jogos

10)  Guilherme Santos 12 jogos

daniel treino ct 199x300 Números na Mira   Entrando em campomancini gol américa 200x300 Números na Mira   Entrando em campo

 

Temporada 2010

Jogos na temporada

1º) Werley 61 jogos

2º) Ricardinho 55 jogos

3º) Diego Tardelli 51 jogos

4º) Leandro 46 jogos

5º) Zé Luís 45 jogos

6º) Jairo Campos 44 jogos

7º) Obina 39 jogos

8º) Fabiano 39 jogos

9º) Serginho 34 jogos

10º) Diego Souza 32 jogos

rever pre goiás 300x200 Números na Mira   Entrando em campotardelli pré goiaas 300x200 Números na Mira   Entrando em campo

Quem mais atuou como titular

1º) Werley 56 jogos

2º) Diego Tardelli 50 jogos

3º) Jairo Campos 44 jogos

4º) Zé Luís 44 jogos

5º) Ricardinho 39 jogos

6º) Leandro 39 jogos

7º) Obina 34 jogos

8º) Serginho 31 jogos

9º) Fabiano 27 jogos

10º) Diego Souza 25 jogos

*Fotos: Bruno Cantini

ABRAÇO NAÇÃO!

Fael Lima

www.twitter.com/cam1sado2e

Vote no Cam1sa Do2e http://www.topblog.com.br/2011/index.php?pg=Busca&c_b=13134056