Bica Eles – Chuva de Papel, Carreata, Mosaico e Bandeirão

Foto: Rodrigo Ávila

Chuva de papel

Quando o time entrar em campo, teremos a maior chuva de papel na história dos clássicos. Porém, apesar de uma grande quantidade adquirida, não é possível comprar para todos os Atleticanos presentes no estádio, por isso pedimos que cada um leve um rolo de papel higiênico e arremesse logo que começar a chuva em outros setores. Desenrole um pouco antes, enrole o pedaço na mão e arremesse o rolo. Não jogue o rolo inteiro, pois ele cai sem desenrolar. Os adversários vão tremer e poderão até se limpar com os papéis após se borrarem.

Carreata e rua de fogo

A festa começa mais cedo, na Cidade do Galo. Assim como no primeiro turno, onde milhares de pessoas estiveram presentes, faremos uma festa para ficar na memória de qualquer Atleticano. Levem muita fumaça, amarela, preta, vermelha, branca, pisca, sinalizadores e, obviamente, bandeiras do Galo. O time deve sair por volta das 15 horas, mas a concentração começa a partir das 13 horas. Convide amigos e parentes, mas aconselhe – Se não for Atleticano, cuidado, pois há grande risco de se converter ao Glorioso.
Contra o Figueirense, a torcida levou o time até o Independência e o resultado foi uma chuva de gols. “Bora” lá acender esses jogadores para o clássico e celebrar a maior conquista de todas, junto com a Família Alvinegra – A existência do Clube Atlético Mineiro.

Clique aqui para conferir o evento no Facebook

Foto: Rodrigo Ávila

Mosaico

Esse recado não vai para todos. Contra o Flamengo, teríamos dois mosaicos, sendo um no portão 6 e outro no portão 3. Várias pessoas não puderam levantar um pano de meio metro para ajudar na festa da Massa e o mosaico não saiu como planejado. Dessa vez teremos mosaico, chuva de papel e bandeirão, por isso não custa nada você fazer uma forcinha na cadeira onde estará sentado. Se ainda assim, for difícil ajudar na pressão sobre seu maior rival, cante. O hino você sabe?

Bandeirão

Para finalizar a festa especial no domingo, teremos bandeirão novo. Como sempre, não vai faltar motivação nas arquibancadas em jogos do Atlético. Participe da carreata, da chuva de papel, do mosaico e cante durante todo o tempo. Essa é nossa tradição, essa é nossa história, é nossa camisa em campo. Bica Eles!

Leia Mais

Venda de ingressos para Atlético e Cruzeiro começa na quarta-feira

VENDA ANTECIPADA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

DATA

28/nov

29/nov

30/nov

Sede do Atlético em Lourdes

10 às 20h

10 às 20h

10 às 20h

Labareda

10 às 17h

10 às 17h

10 às 17h

Class Club Sion

FECHADO

FECHADO

10 às 17h

Bilheterias (Pitangui) – Independência

FECHADO

FECHADO

10 às 17h

Bilheteira (Ismenia) – Independência

FECHADO

FECHADO

FECHADO

VENDA ANTECIPADA

SÁBADO

DOMINGO

DATA

1/dez

2/dez

Sede do Atlético em Lourdes

10 às 17h

10 às 13h

Labareda

10 às 17h

FECHADO

Class Club Sion

FECHADO

FECHADO

Bilheterias (Pitangui) – Independência

FECHADO

10 às 18h15

Bilheteira (Ismenia) – Independência

FECHADO

13 às 17h45

PREÇO DOS INGRESSOS:

 

DESCRIÇAO

ACESSO

PREÇO

SETOR ESPECIAL ISMÊNIA

PORTÃO 2

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

SETOR ESPECIAL PITANGUI

PORTÃO 3

R$ 60,00 / R$ 30,00

SETOR ESPECIAL MINAS

PORTÃO 6

R$ 40,00 / R$ 20,00

SETOR CORPORATIVO ISMÊNIA

PORTÃO 1

R$ 300,00 / R$ 150,00

SETOR CORPORATIVO PITANGUI

PORTÃO 4

R$ 300,00 / R$ 150,00

SETOR CORPORATIVO MINAS

PORTÃO 9

R$ 200,00 / R$ 100,00

CADEIRA ISMENIA (ATLÉTICO)

PORTÃO10

R$ 40,00 / R$ 20,00

CADEIRA PITANGUI

PORTÃO 5

R$ 30,00 / R$ 15,00

CADEIRA MINAS

PORTÃO 7

R$ 20,00 / R$ 10,00

Fonte: Site FMF

Leia Mais

Festa até meia-noite

E pensar que um dia tememos o Botafogo e o Engenhão… São três vitórias seguidas contra os cariocas, dentro e fora de casa, colocando a estrela solitária no lugar que ela merece. Um jogo para entrar de cabeça erguida, com coragem, vontade, confiantes que o vice é possível. Não foi o que aconteceu durante grande parte do jogo.

Vieram os três pontos e uma lição na bagagem – Ou muda a postura no clássico, ou o pior pode acontecer. Já vimos esse filme antes, clima de fim de ano, ambiente tranquilo na Cidade do Galo, somente planos de férias nas conversas de vestiários. Que possamos comemorar a vitória até meia-noite e depois focar no próximo jogo como se realmente o mundo fosse acabar em dezembro e não houvesse mais futebol após o apito final.

Imagem: Internet

O Botafogo é fraco, assim como o time da semana que vem, mas o Atlético vem se comportando como tal, principalmente nos jogos fora de casa. Temos atletas desejados por qualquer time do Brasil e alguns até por times ao redor do mundo, e ainda assim o Botafogo só não marcou por incompetência, em uma sequência de ataque contra defesa.

A história lembrará de uma vitória no Engenhão, mas a Massa espera lembrar que esse foi o jogo que acordou o Galo para a necessidade de massacrar o cruzeiro de Varginha. Não comemorei o segundo gol por achar que um empate era pouco para a qualidade do atual time, mesmo com tantas peças do banco de reservas, essas sem o mesmo talento do grupo principal. O terceiro eu comemorei, por alívio, por ser um gol com todo o carma Atleticano, infartante, de alívio, de esperança.

Agora não há mais o que comemorar. O papel dos jogadores é trabalhar pesado durante a semana e o nosso é cobrar um time com coragem e vontade em campo. Fizemos festa durante o ano, fomos ao CT, dobramos o bicho, demos mais descanso, agora aceitamos um sorriso como presente de natal. Quem disse que não existe mais final no campeonato? A nossa é semana que vem!

Fael Lima

ABRAÇO NAÇÃO!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Youtube

Leia Mais