A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE – 1950/1959)

Clique aqui e saiba como começou a votação

Estamos caminhando para a final onde o Atleticano irá eleger a camisa mais bonita de todos os tempos. Quanto mais viajamos no tempo, mais difícil é para encontrar registro fotográfico de todos os modelos. Serão 9 camisas na final. Seis já estão classificadas e hoje conheceremos a antepenúltima.

O livro “A história das camisas  dos 12 maiores times do Brasil” conta que nos anos 1950, o Atlético  deixa de usar a camisa preta e adota a branca como seu uniforme número 2, junto com o calção e as meias brancas. Com o tempo, o clube passou a variar nas combinações, com calção e meias pretas.

Chegou a hora de escolher a sétima finalista. Vote!

1949/1950

49 53 300x252 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

1949 300x197 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

1951

1958 1 11 Amorim 300x187 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

1952/1958

54 47 300x258 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

ATgAAAANYuyakZcD3HM0w7dXQHa86jT6Rp ocuE1mIDF4KhgKGGhMGwFfz5wKmHA0ngde0EaTbyABYkbLp sVXDTnHraAJtU9VAdyujkzA0rjbvJ4rM5hfiuJNesnw 300x250 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

1956

56 300x270 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

1956 212x300 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

1958

57 58 300x265 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

1958 1959 300x204 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

1959

59 300x245 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

51 179x300 A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE   1950/1959)

*Clique nas imagens para ampliar.

**Fotos retiradas das coleções de Rafael Perez, do livro “A história das camisas  dos 12 maiores times do Brasil”, acervo do Atlético e Centro Atleticano de Memória.

Veja quem já está classificado:

De 2010 a 2014 (clique aqui para ver)

De 2000 a 2009 (clique aqui para ver)

De 1990 a 1999 (clique aqui para ver)

De 1980 a 1989 (clique aqui para ver)

De 1970 a 1979 (clique aqui para ver)

De 1960 a 1969 (clique aqui para ver)

Comments

comments

CAM1SA D3LAS – GALO NA PELE (PARTE 2)

 CURTA O CAM1SA DO2E NO FACEBOOK E VEJA MAIS FOTOS

Clique aqui para ver outras capas do Cam1sa D3las

  (Envie sua foto para blogcami[email protected])

Se o Galo Volpi dominou a primeira parte do Cam1sa D3las dedicado às tatuadas, hoje temos o escudo dominando a pele das Atleticanas. Até o ídolo R49 foi homenageado e ficará para sempre no braço da Ana Clara.

Tem alguma tatuagem mostrando todo o seu amor pelo Galo? Pode enviar para o e-mail do blog que continuaremos publicando por aqui ou na página do Cam1sa Do2e no Facebook. O Cam1sa D3las agradece!

Christiane Grayce

Christiane Grayce CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

Patrícia Maciel

Patrícia Maciel 2 CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

Patrícia Maciel CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

 Mirian PinheiroMirian Pinheiro CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

Karine Alonso

Karine Alonso CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

Ana Luiza França

Ana Luiza CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

Luísa Duarte

Luísa Duarte CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

Laura Valadares

Laura Valadares CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

Carol Pardo

10403867 10204233412459717 4598334690014798998 o CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

Daniela Braga

994672 503964543050098 1083257249 n CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

Ana Clara Batista

Anna Clara Batista 2 CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2) Anna Clara Batista 1 CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2) Anna Clara Batista 3 CAM1SA D3LAS   GALO NA PELE (PARTE 2)

CLIQUE AQUI E CONFIRA PRODUTOS PARA A MASSA

Fael Lima

ABRAÇO, MASSA!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Google +

Comments

comments

GALO YORK – CONQUISTANDO A AMÉRICA… DO NORTE

1618518 407009426112330 999616909 n GALO YORK   CONQUISTANDO A AMÉRICA... DO NORTE

Foto: Reprodução

Provavelmente você já ouviu histórias de Atleticanos que arriscaram gritar ‘Galo’ em outros Estados ou países e ouviram novamente o mantra ‘Gaaallooooo’. Existem representantes dessa paixão por todos os continentes, mesmo nos locais mais improváveis.

Não seria diferente na cidade mais populosa dos Estados Unidos. Em julho de 2012, durante um bate papo de fim de noite, três amigos perceberam que faltava um grupo oficial e um ponto de encontro para os Atleticanos que residiam em Nova York. Mario Pena, Ronaldo Cão e André Fernandes começaram a convidar os amigos Atleticanos de Nova York e Nova Jersey para momentos de confraternização, sempre nos dias em que o Galo estava em campo. Nascia a Galo York. O ponto de encontro escolhido foi o Footaball Factory, um bar dedicado somente aos fãs de futebol.

Lucas Arantes chegou no país logo no início da torcida e conta como foi difícil no início ao imaginar o dia a dia longe do clube, principalmente com a chegada de Ronaldinho e o sonho de conquistar um grande título cada vez mais perto de ser realizado.

- Cresci indo ao estádio. Tenho lembranças do Mineirão lotado desde criança. Não saber se conseguiria ver os jogos era algo que me incomodava. Formamos uma verdadeira família e ali eu esquecia que estava longe do estádio. – lembra o Atleticano.

Com a boa campanha no Brasileiro, a notícia do ponto de encontro começou a se espalhar através da internet e cada vez mais novos Atleticanos passaram a frequentar o bar e a levar amigos de todas as nacionalidades. Lucas Arantes conta que torcedores de outros clubes iam até a TV onde o jogo do Galo estava sendo transmitido e acabavam assistindo aos jogos com os Atleticanos.

O Footaball Factory fica no centro da cidade, 6 West, 33 Street entre a Quinta e a Sexta avenida, ao lado do Empire State Building.

 Acompanhe a Galo York na internet.

Site / Facebook / Twitter / Youtube

Fael Lima

ABRAÇO, MASSA!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Google +

10711535 532854076861197 2058735475 n GALO YORK   CONQUISTANDO A AMÉRICA... DO NORTE 10708041 532853896861215 1351286597 n GALO YORK   CONQUISTANDO A AMÉRICA... DO NORTE

Ronaldo Mario e André GALO YORK   CONQUISTANDO A AMÉRICA... DO NORTE

Os fundadores

Comments

comments

O FUTURO DO ATLÉTICO EM CAMPO (PARTE 2)

10700649 10152739985636565 2879372043884647680 o O FUTURO DO ATLÉTICO EM CAMPO (PARTE 2)

Foto: Centim Vicentim

Entrei cedo para o estádio. Por ser o primeiro dia de uso do cartão Galo Na Veia como ingresso, não sabia se tudo funcionaria corretamente. Não podia me atrasar, pois queria registrar a entrada dos mascotinhos em campo. Tirei o GNV do bolso com comprovante de pagamento, documento com foto, cartão de vacina, carta da minha mãe e… APROVADO! Catraca sem fila, cartão no leitor e 2 segundos depois eu já descia as escadas do Independência.

Tão organizada quanto a entrada da torcida foi a entrada das crianças no gramado. Todas em fila, caminhando até o meio-campo ao lado dos funcionários que sempre têm muita paciência com a meninada. Utilizei o zoom da filmadora para conferir como seria a cena após a nova regra da CBF, que limita o número de vinte e duas crianças em campo. Quando o vigésimo segundo mascote passou pelo portão que dá acesso ao gramado, calculei que ainda havia aproximadamente outros trinta na fila.

Creio que o árbitro irá relatar na súmula que o clube dificultou o trabalho dos organizadores ao permitir a entrada de diversos indivíduos com excesso de paixão, apesar da pouca idade, e que os atletas correram risco de vida, inclusive quando uma garotinha foi retirada do pescoço do goleiro Victor. Como não existe nada no regulamento que proíba a entrada das crianças, o Galo mantém a tradição que alegra um pouco mais a ida aos estádios.

Aliás, após sermos prejudicados mais uma vez no campeonato, recomendo ao Presidente que passe na Praça Sete antes do próximo jogo e recolha toda criança que queira entrar em campo com o time do Atlético. Teremos vinte e dois mascotinhos para cada árbitro ruim, para cada decisão da CBF que não acrescente nada ao nosso futebol. Haja estádio!

Parabéns a todos os funcionários do Clube Atlético Mineiro que compraram essa briga e alegraram o domingo de dezenas de famílias no Independência.

Fael Lima

ABRAÇO, MASSA!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Google +

Comments

comments