O BRASIL PASSOU A ACREDITAR

Foto: Daniel Teobaldo / Soul Galo
Foto: Daniel Teobaldo / Soul Galo

Sempre dissemos que a reunião de garotos no Parque Municipal, em 1908, criou algo que foi muito além do futebol. Surgiu o clima único das arquibancadas, grandes amizades se formaram, pessoas, muitas até mesmo analfabetas, conheceram outras cidades, estados e países para apoiar o Galo em campo. Pais e filhos que pouco se veem na vida corrida, se abraçam apertado na arquibancada, usam o balanço da rede para quebrar a timidez do dia a dia.

Agora o Atlético foi além. Ser Galo passou a ser um estilo de vida pelo país. Começou somente entre os Atleticanos, sempre citados como fiéis, apaixonados, que se entregam totalmente àquilo que faz bem ao coração. Hoje um cidadão comum enfrenta um problema em Manaus de cabeça erguida, afinal de contas, passou a noite arrepiado com o que viu na TV. No Nordeste, seja nos estádios ou na janela de uma casa qualquer, alguém solta o grito – EU ACREDITOOOO! – e dá início a um efeito dominó de pessoas que acreditam. Uns querem acreditar que o amanhã será melhor, acreditam que conseguirão uma chance no sonhado emprego, acreditam que a cura da doença virá antes do apito final. O vestibular que era impossível já não bota medo em mais ninguém. Basta repetir aquele grito que a voz sai e um sentimento único toma o peito.

Muitos sequer sabem o motivo da expressão rodar pelas ruas durante todo o dia. A dona de casa nem gosta de futebol, mas foi contagiada pela energia do filho que, como ele mesmo diz, agora se dedica como Victor, corre como Luan e tem a coragem de um Leo Silva.

Em breve veremos palestrantes mineiros rodando o mundo para falar sobre o significado do termo “é possível”.  Todos nós estamos propensos a sofrer um, dois, três golpes capazes de nos derrubar, nos deixar no chão. O corpo não sabe sequer qual será o próximo passo, tudo parece perdido, mas lá no fundo vem a voz daquele povo dizendo que ainda não acabou, que o milagre vai acontecer e a voz te pede para acreditar.

Faça bom uso do “EU ACREDITO”, Brasil. Nós não iremos patentear. Só pedimos que, onde você estiver, quando as coisas estiverem difíceis para o Galo em campo, nos ajude com o mantra. EU ACREDITO! EU ACREDITO! EU ACREDITO!

Fael Lima

ABRAÇO, MASSA!

Twitter | Facebook

Youtube 1 | Google +

Leia Mais

A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (8ª FASE – 1908/1948)

Clique aqui e saiba como começou a votação

Esse é um período onde fica difícil definir os modelos usados em cada ano. Os escudos variavam de tamanho em cada camisa e alguns jogadores poderiam até entrar em campo sem o escudo na camisa. Se faltava o Manto em alguma época, o roupeiro poderia pegar camisas usadas em outros anos e colocá-las novamente para participar de novas batalhas nos gramados.

Chegou a hora de escolher a oitava finalista. Vote!

VOTAÇÃO ENCERRADA! Confira a última finalista.

1

1914/1919

1914-1919images

1920/1924

1920-1924ATgAAABAU9JBs2CnLit5JHmtI-S3fcpsedcQhUI0aWO_kM-QFnfz30eGqFru

1929/1930

29-3031

1938/1939

39-381936

1941

451941

1946/1948

46-481946-1948

*Clique nas imagens para ampliar.

**Fotos retiradas do livro “A história das camisas  dos 12 maiores times do Brasil”, acervo do Atlético e Centro Atleticano de Memória.

Veja quem já está classificado:

De 2010 a 2014 (clique aqui para ver)

De 2000 a 2009 (clique aqui para ver)

De 1990 a 1999 (clique aqui para ver)

De 1980 a 1989 (clique aqui para ver)

De 1970 a 1979 (clique aqui para ver)

De 1960 a 1969 (clique aqui para ver)

De 1950 a 1959 (clique aqui para ver)

Leia Mais

A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (7ª FASE – 1950/1959)

Clique aqui e saiba como começou a votação

Estamos caminhando para a final onde o Atleticano irá eleger a camisa mais bonita de todos os tempos. Quanto mais viajamos no tempo, mais difícil é para encontrar registro fotográfico de todos os modelos. Serão 9 camisas na final. Seis já estão classificadas e hoje conheceremos a antepenúltima.

O livro “A história das camisas  dos 12 maiores times do Brasil” conta que nos anos 1950, o Atlético  deixa de usar a camisa preta e adota a branca como seu uniforme número 2, junto com o calção e as meias brancas. Com o tempo, o clube passou a variar nas combinações, com calção e meias pretas.

Chegou a hora de escolher a sétima finalista. Vote!

VOTAÇÃO ENCERRADA. VEJA QUAL É A SÉTIMA FINALISTA

1

1949/1950

49-53

1949

1951

1958 1 11 Amorim

1952/1958

54-47

ATgAAAANYuyakZcD3HM0w7dXQHa86jT6Rp_ocuE1mIDF4KhgKGGhMGwFfz5wKmHA0ngde0EaTbyABYkbLp_sVXDTnHraAJtU9VAdyujkzA0rjbvJ4rM5hfiuJNesnw

1956

56

1956

1958

57-58

1958 1959

1959

59

51

*Clique nas imagens para ampliar.

**Fotos retiradas das coleções de Rafael Perez, do livro “A história das camisas  dos 12 maiores times do Brasil”, acervo do Atlético e Centro Atleticano de Memória.

Veja quem já está classificado:

De 2010 a 2014 (clique aqui para ver)

De 2000 a 2009 (clique aqui para ver)

De 1990 a 1999 (clique aqui para ver)

De 1980 a 1989 (clique aqui para ver)

De 1970 a 1979 (clique aqui para ver)

De 1960 a 1969 (clique aqui para ver)

Leia Mais

A CAMISA MAIS BONITA NA HISTÓRIA DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO (6ª FASE – 1960/1969)

Clique aqui e saiba como começou a votação

Foi na década de 60 que o Atlético passou a usar definitivamente o escudo atual, com fundo preto e listras brancas. O livro “A história das camisas  dos 12 maiores times do Brasil” lembra que antes o escudo era bordado na camisa e variava de tamanho. É possível encontrar escudos de diferentes tamanhos na mesma foto.

Ao contrários dos grandes lançamentos a cada temporada como acontece atualmente, as camisas raramente sofriam alguma modificação nas golas, mangas ou listras.

Chegou a hora de escolher a sexta finalista. Vote!

1960/1962

1960-1962imagem5

1963

1963-11963

1964/1967

1964-1967Foto89

1968

1968-1

1969

1969 1 9 Dario 70071969

*Clique nas imagens para ampliar.

**Fotos retiradas das coleções de Rafael Perez, do livro “A história das camisas  dos 12 maiores times do Brasil” e da internet.

 

Veja quem já está classificado:

De 2010 a 2014 (clique aqui para ver)

De 2000 a 2009 (clique aqui para ver)

De 1990 a 1999 (clique aqui para ver)

De 1980 a 1989 (clique aqui para ver)

Leia Mais